02
Set

Negociação da Empreitada – Como tirar o melhor proveito?

 

Todo o investimento, por maior ou menor que seja, merece a devida ponderação. Mas quando falamos em obras, a atenção deve ser redobrada.

Na busca pela qualidade ao melhor preço, como garantir o melhor negócio?

 

  • Peça no mínimo três orçamentos. Para poder ter uma base de comparação, evitando os falsos “preços de amigo”. É muito importante que peça exatamente o mesmo a todos os concorrentes. Para tal, faça um mapa descritivo dos trabalhos para entregar a cada um. “Não compare alhos com bugalhos”.
  • Programe visitas ao local da obra. Para uma mais correta orçamentação, é importante que visitem o local.
  • Tenha em atenção ao IVA. Os preços orçamentados muito frequentemente ainda não contemplam o IVA. E lembre-se, tratando-se de uma reabilitação para fins habitacionais o IVA é de 6% sobre a mão-de-obra, podendo mesmo aplicar-se também a materiais se o imóvel se localizar numa área de reabilitação urbana.
  • Procure a melhor relação preço qualidade. Como o barato pode sair caro, procure informação e opinião junto de vários especialistas. Há centenas de opções no mercado para todas as áreas.
  • Não se inicia a obra sem um contrato. Por mais simples que seja, este contrato de empreitada deve sempre existir antes do início da obra. Um contrato que assegure todas as partes envolvidas.
  • O Dono de Obra pode optar ser representado por uma equipa especializada em negociação de empreitadas. A TUU desenvolve os mapas de trabalhos e quantidades que envia para os empreiteiros, negocia os preços de cada orçamento, apresenta no final a melhor opção e prepara a minuta do contrato de empreitada. Quem decide é sempre o cliente, mas decide informado. Um investimento que o faz poupar muito dinheiro.